terça-feira, 23 de março de 2010

G.U.T.

Existem vários tipos de problemas. Os graves variam entre aqueles sem qualquer importância até aqueles de consequências tenebrosas. As urgências estabelecem o ritmo com o qual devemos tratá-los para restabelecer certa normalidade. Mais negligenciada, a tendência deve também ser observada. Ela indica o que pode acontecer se não fizermos absolutamente nada - ficarmos quietin' quietin'. Por vezes, a situação se deteriorá rápida e incontrolavelmente. Outras vezes, nada acontece ou, quiçá, as coisas até se resolvem por si só. Pois bem, após anos lutando com uma restrição legal, já havia praticamente desistido de resolver esta equação impossível. Na última tentativa, rondava a mesa de discussões a possibilidade de ser processado pelo fato de estar não conforme. Mas aí aparece uma Erin Brockovich que vai fuçar um detalhe da lei que desconhecia. E, eis que ela descobre que, no apagar das luzes de 2009, a lei foi revogada. Voilà: nada foi feito e o problema se foi.

Nenhum comentário: