terça-feira, 24 de novembro de 2009

Coincidência e o Teorema de Bernoulli

Todo mundo tem sua trilha sonora para os momentos especiais. Mas eu tenho também as músicas dos momentos caóticos, de tristeza profunda, de fossa tipo meumundocaiu. Em particular tenho um CD do Manolo García, formidável por sinal, que me rodou tanto no meu CD player em momentos desagradáveis que eu tenho muito medo de tocá-lo de novo. Como diz o Sheldon, oh well this would be one of those circumstances that people unfamiliar with the law of large numbers would call a coincidence. Mas esta lei me é absolutamente familiar e a coincidência é maior ainda. Agora, num dos momentos não mais brilhantes do ano, estou com muita vontade de ouvi-lo novamente. Acho que só eu tenho música para os momentos especiais ao inverso.

2 comentários:

milena disse...

tem tanta coisa nestes teus últimos textos. cho que tem rolado um auto conhecimento intenso, verdadeiro e irreversível. dói, mas vale a pena! E quando vira escrita tão bela, tvz valha mais a pena.

Um abraço.

Caco disse...

Milena, tem rolado de tudo um pouco. É fúria de loucomanso. ;-)
Beijodaí.