segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Uma longa descida

Ewan McGregor e Charley Boorman foram do norte da Escócia até a Cidade do Cabo no extremo sul da África de moto. Tinham uma equipe por trás, mas na maior parte do tempo estavam sozinhos, atravessando as paisagens mais desconhecidas do mundo. Eles registraram tudo e o que viram virou o documentário Long Way Down. Eu assisti ontem às talvez 6 horas seguidas em que o documentário foi exibido pelo National Geographic Channel, sem me cansar. Apesar d'eu não saber andar de moto, este é o tipo de viagem que gostaria de fazer. Faria de carro, de bike, à pé. Paisagens, pessoas, experiências, tudo diferente. Aquela sensação de total impossibilidade e perigo que são totalmente desconstruídos no relacionamento com os africanos. Paisagens únicas de vida selvagem, variando de ruínas romanas do norte da áfrica, savanas, pântanos, animais selvagens, um wow a cada sequência. E a África ainda é um destino intocado. Já tinha assistido a dois episódios enquanto na Inglaterra, mas eventos além do meu controle me impediram de assistir ao restante. Durante todo este tempo, a música tema do programa fica tocando no meu ouvido, me lembrando que tinha de assisti-lo, me lembrando que a África está ali, do outro lado do oceano. E agora que estou com a minha veia roadmovie aberta, manda ver Stereophonics (supermarrentos):

3 comentários:

Fernanda S. disse...

Quando assisti Diários de Motocicleta fiquei morrendo de vontade de sair por aí conhecendo os lugares de qualquer maneira ((mesmo tb não sabendo andar de moto))... hehehe
Talvez conheça essa sua sensação de sair desbravando o mundo sem muito o que pensar e sem saber pra onde ir... só ir pra onde o vento me levar!
Ai, ai...

Bom começo de semana =)
Beijosss

Louise disse...

viaje muito, SIM!!

(mas não esqueça de levar uma caneta pra escrever postal pra mim, viu? hehe)

Beijo!

Cler disse...

rs,rs.rs.rs.rs.....sou mais ousada, quer companhia???? Eu topo!!!Bj