segunda-feira, 13 de julho de 2009

Anotação mental

Acordei na manhã fria. Direto para uma chuveirada com água bem quente. Barba aparada. Deslizei para dentro da roupa - cueca, calça, camiseta, camisa, pullover, meia, tênis. Cabelos penteados. Dentes escovados. Quando olhei-me no espelho, reparei que não era mais bem eu. Achei um pouco do meu pai, um pouco dos meus irmãos. Mas achei pouco do que eu estava acostumado a ver usualmente. Aliás, muito pouco, quase nada - um desconhecido que examinei por alguns minutos e me causou alguma estranheza. Fiz uma anotação mental para minha reconstrução.

Nenhum comentário: