terça-feira, 19 de maio de 2009

Velocidades comparativas

Sabe aqueles dias frustrantes? É, hoje foi um deles. Só que a definição de frustração é muito pessoal, daí, permitam-me aborrecê-los com a minha descrição tão pessoal. É um daqueles dias que parece que o mundo está muito maior do que você mesmo. Os problemas são gigantescos ou precisam ser resolvidos com uma urgência gigantesca. Daí, tudo acontece mais rápido do que você é capaz de digerir, temos aquela sensação da mais absoluta impotência. É quase paralisante. Na verdade, você está se movendo a 140 kmph mas o mundo está à velocidade da luz. É basicamente um gasto de energia à toa. Respira. Respira. Respira. Dois passos para trás. Lembra que um problema a um palmo do nariz de distância é muito maior do que a 5 passos de distância. E, mais distante, é possível enxergar o entorno. Respira. Respira. Respira. Fica quieto. Amansa o furor deste furacão interno. Coisas vão se resolver por si só. Com o tempo. No devido tempo.

4 comentários:

Adrianna Coelho disse...


Não acho que sua descrição seja "tão pessoal" assim, eu a definiria como "interpessoal".

Caco disse...

Oi Adriana, talvez a gente não esteja de todo sozinhos neste mundin.
Beijodaí.

Fernanda S. disse...

"Lembra que um problema a um palmo do nariz de distância é muito maior do que a 5 passos de distância. E, mais distante, é possível enxergar o entorno."

Que demaissss!!! Vou lembrar mto disso!

Caco disse...

Fê - isso não foi invenção minha não. Alguém me disse ou eu li em algum lugar que já esqueci (culpa dos meus neurônios corroídos por anos e anos de drogas lícitas). Beijodaí.