quarta-feira, 20 de maio de 2009

Síndrome de cova rasa

Quando eu morava em república, coexistindo sob um mesmo teto com outras pessoas, eu pensava Um dia posso chegar em casa e encontrar a porta do quarto do meu colega trancada. Lá dentro, ele está assassinado. Morto. O sangue empapa o colchão. E lá ele vai jazer até que sangue comece a escorrer por baixo da porta. E terei de chamar a Polícia os Bombeiros o CSI. Sempre penso isto quando chego em casa e sei que outras pessoas estão recolhidas dentro de seus quartos. Acho que é a Síndrome de Cova Rasa.

3 comentários:

Cá, disse...

Vixe Maria!


heh!


Bjus

Raquel disse...

Nossa, que medo!

Caco disse...

Creep