terça-feira, 14 de abril de 2009

What kind of fuckery is this?

Desculpem-me aqueles que pensam nela como uma junkie bêbada e drogada, mas Amy Winehouse canta pracaralho. Esqueçam a vidinha conturbada dela, a figurinha mirrada, as tautagens, as más companhias e concentrem-se nos fones de ouvido. Back to Black. Não, ela não é qualquer uma. Saia por aí caminhando ouvindo Tears dry on their own. Tamborile os dedos no balcão do bar acompanhando Back to black. Faça backing vocals para Me & Mr Jones. Dê risada quando afirma que You know I'm no good. Conte para os amigos que não, não, não, não vou para o Rehab. Dance com Just friends. Encha a cara ao som de He can only hold her. Vá dormir antes de Wake up alone. E espere que Love is nunca seja a losing game. Que tipo de fuckery post é este?

6 comentários:

Before Sunrise disse...

Um post a la Amy? Hahaha

Acho que ela canta mto, tb! Te contei que meu irmao era vizinho dela e entrou na casa dela?

Caco disse...

You fucking kidding? Vizinho? Perguntinha: what kind of fuckery was he going to do at her place?

Adoro quando ela respondeu num programa de entrevistas:

APRESENTADOR "Amy, este cabelo é seu mesmo?"
AMY "Eu paguei por ele, então ele é meu."

HAHUAHA

Before Sunrise disse...

Eh, ela se mudou pra casa vizinha dele, posso te dar o endereco HAHAHA! Mas falando serio, a secretaria dela tocou a campainha dele pedindo pra usar a conexao de internet dele pq a da Amy nao tava funcionando. A cidada largou o laptop da Amy com ele pra ele configurar (hahaha) depois de mais de uma hora, ela nao voltou, ele tinha que sair, entao foi na casa dela devolver e a Amy abriu a porta cobrindo o rosto pq tava sem maquiagem... Ele entrou, devolveu o laptop e disse tchauzinho.

Ele se mudou agora... Disse que era um inferno morar la depois que ela se mudou, a rua cheia de paparazzi hahaha.

N. Ferreira disse...

Melhor ainda são algumas músicas mais antigas dela, tipo "Valery".
Adoro o som, tava na hora mesmo de aparecer um junkie-maluco-talentoso no cenário (Britney Spears não vale).

Louise disse...

Eu também gosto dela.
Numa das sequências pé na bunda que eu tive, sei lá, ano passado? comprei o cd dela e ficava berrando no carro a auto curativa "tears dry on their own".
É fechar os olhos e ouvir, prq o look da mulher é um desastre mesmo!

Flavia Melissa disse...

sou suspeita prá falar, you know!

a edição deluxe do Back to Black (2007) ainda tem as ótimas "Valeria", "Cupid", "Monkey Man", "To know him is to love him", "Hey Little Rich Girl" e "You're wondering how" (paticularmente, a minha favorita destas todas).

amy é amy e que se fucker!