terça-feira, 10 de março de 2009

Lady Murphy

Por motivos de força maior, muito maior mesmo, agora anuncio oficialmente que não farei mais o Mestrado. A empresa não flexibilizou o horário para eu estar presente na Universidade. Mantenho-me assim na Era das Trevas do Conhecimento. Quando me graduei, eu era verde. Queria trabalhar, colocar capacete, ir para a fábrica, e nada de voltar aos bancos escolares. Desaponta-me agora não poder voltar quando me sinto maduro para tal. Mas, enfim, dou de ombros, paciência. Cada coisa a seu tempo. Não foi dessa vez que eu entrei para a vida acadêmica. Porque a experiênça eu já me tenho-me, só me falta o diproma. Título descaradamente copiado do blog da Louise.

9 comentários:

Before Sunrise disse...

Putz, sinto muito, sei o qto queria fazer... Parece que nao era para ser, nao?

Ana R. disse...

Tem aquela frase clichê: para cada coisa há um tempo...É difícil aceitar e acreditar, mas estamos exatamente onde deveríamos estar...È uma espécie de lei divina. Isso não quer dizer que devemos nos acomodar. Na hora certa vai rolar...

disse...

Cada coisa a seu tempo.

Cheio de razão!

Nana disse...

Hm... e vc tem certeza que quer continuar trampando nessa empresa "bacana" e que "valoriza a formação de seus funcionários"?
Ops...

Caco disse...

SUNRISE - Surreal, mas é verdade. Onde andas?
CÁ - ANA - D'accord.
NANA - Não que eu deva algo para a empresa, mas ela é a mesma que me expatriou durante 1,5 anos em Londres, e me deu uma série de outras experiências únicas. Vamos colocar tudo numa balança e desconsiderar disposições de alguns indivíduos... E dar tempo ao tempo. Há diversos outros fatores envolvidos.

Beijo a todas.

Before Sunrise disse...

Eu ando por NY mesmo haha! To contemplativa ultimamente, sem vontade de escrever, expor, mas estou aqui :)

Sérgio disse...

Eu acredito que o que parece estar dando errado, na verdade é só uma maneira de melhorar o dar certo. Em algumas vezes, a gente compreende os porquês no final, em outras, nem isso...

Fernanda S. disse...

Acho que a única coisa que posso te dizer é:

Não desista! Jamais!

Beijos

N. Ferreira disse...

É Caco, se é assim, bora olhar pro lado bão das coisas: as Trevas do seu Conhecimento nunca me pareceram tão iluminadas!
Bjo bjo!