terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Amadorismo

Se você achou o post abaixo cansativo, devia pensar duas vezes. Estou descobrindo um bravo mundo novo. É um mundo em que tenho que decidir a altura do armário, o tamanho do espelho, o tipo de luminária, a posição da mesa, a marca de geladeira, o material dos rodízios, a espessura da bancada, o estilo do puxador, a cor da parede. Isto sim é cansativo. Sempre que cheguei a algum lugar, tudo já estava lá: era só usufruir. E agora estou absolutamente perdido no vazio. É complicado abstrair com elementos tão poucos familiares. Trabalha-se em 3 dimensões, sob efeito de luzes, posição relativa do sol, profundidades sugeridas num espaço vazio. Nunca havia pensado nada a respeito na vida. Minha literatura de cabeceira passou a ser Casa, Arquitetura, Design de Interiores - crash course para sair do meu tatibitate de empilhamento de livros. Dicas práticas daqueles abençoados com o dom do bom gosto são sempre bem vindas, sem contar daqueles que têm o bom senso prático. E eu dou risada do meu amadorismo. Assim como o arquiteto.

4 comentários:

Before Sunrise disse...

Somos todos amadores :) O gostoso eh ver tudo pronto!!

Caco disse...

Ser amador cansa...

Flavia Melissa disse...

a recompensa é quando tudo fica pronto!
(isso acontece algum dia?)

Nana disse...

Sem esquecer da fabulosa estante dos livros - uma casa sem livros é como um corpo sem alma.

Boas decorações!