terça-feira, 16 de dezembro de 2008

Coração espetado

Final de ano tem sempre um churrasquinho. E sempre há uma ou outra rodada de coraçõezinhos de galinha. Me dá sempre uma dor pensar quantas dezenas de galinhas foram sacrificadas para preencher um espeto daqueles. Cheios de corações. Parecem aqueles corações desenhados pelas adolescentes nos seus caderninhos, com uma flecha atravessada. Francamente falando, não tenho coragem de comê-los. Parece-me uma coisa de bárbaros, de sacrifício de animais.

5 comentários:

Ana R. disse...

Concordo totalmente! É uma imagem muito cruel e mastigá-los então...Parei de comer carne por causa da crueldade....

Ale Weerth disse...

Cara!
Pensei isso ontem. Nestas ultimas semanas do ano temos aqueles almoços com nossos Parceiros e Fornecedores, invariavelmente em churrascarias.
No restaurante que fui ontem eles até inovam...tem coração com queijo, ao alho e até com molho bechamel!

Nao, obrigado.

Flavia Melissa disse...

bom, eu não posso falar muito porque amoadorosouloucaporcoraçãozinho. infelizmente não posso comer mais carne e nem de frango pq passou a me fazr muitomuitomalmesmo!

quando as pessoaas me perguntam os motivos de eu ser veggie, sempre acham que eu vou responder coisas cruéis e nojentas e acho que todas se decepcionam quando eu digo que meu motivo foi tão egoísta (minha própria dor de estômago!).

mas é verdade: pensar em tantos coraçõezinhos assim, espetadinhos, dá dor e parece coisa de bárbaros mesmo.

uma delícia de post, isso sim.

Caco disse...

Oba, não sou o único louco.
Ana, pode ser cruel mas carne é gostosa, eu confesso. O coraçaozinho, não.
Alê, molho bechamel? Combinação bizarra, daí.
Flavinha, te cuida viu! Acho que todos os animais dão bençãos ao seu estômago intolerante...

Beijosdaí.

Milena disse...

putz, que post massa! adoro estes pensamentos que parecem que ng os pensa, até que vem um puta escritor e faz estas relações...

prazer imenso conhecer teu lugar e poder voltar sempre. feliz natal e ano novo de mais música, mais viagens, mais vida, enfim..