segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Não ao preconceito racial, não à American Airlines

A esta altura do campeonato, todos já devem ter lido sobre a denúncia de racismo de um comissário de bordo da American Airlines contra o casal Nobre/Bombom. Podem dizer que esta é uma atitude individual e não reflete a política da empresa, mas não voarei por esta companhia aérea até que ela forneça uma evidência clara contra o preconceito racial. Eu, como frequent traveller, digo não à American Airlines.

3 comentários:

Ana R. disse...

Boicote nela! Só não concordo com o tal feriado da Consciência Negra. Como bem disse a Tia Maria, fundadora do Império Serrano, isso é uma besteira. É sinal de que o preconceito está firme e forte. Por acaso existe o Dia do Branco?

Caco disse...

Olha só, a American Airlines tem funcionários com atitudes arrogantes, algumas polêmicas, e agora criminosas. Lembra-se do episódio em que comissários tinham que ser fichados nos aeroportos brasileiros e um deles foi fotografado com o maiordetodos levantado? Enfim, acho que, se a empresa não apóia este tipo de atitude, ela tem que tomar uma ação. Se ela for leniente é porque a American Airlines (a empresa) é arrogante, polêmica e criminosa - ou seja - os funcionários só espelham a atitude da empresa.

Que acham?


Beijodaí.

Fernanda S. disse...

Acredito que, caso o funcionário não espelhasse a atitude da empresa, ele seria o primeiro a ser espirrado / enxotado da mesma...
Isso aconteceu, por acaso?! hehe

Beijocas