domingo, 19 de outubro de 2008

Insular

Descobri uma fixação por ilhas. Algum motivo me faz sentir-me bem nelas, achá-las de uma beleza particular. Ainda vou morar em Floripa e comer peixe na beira da lagoa da Conceição e moqueca no Bar do Arante no Pântano do Sul. Já vivi na ilha da Rainha, trabalhando numa City que ainda não havia falido, morando nos armazéns das docas. Ainda vou para a Islândia ver o que que a terra da Björk tem. Há o risco de virar Islandskaya, depois que eles passaram a dever até as cuecas para a Rússia. Há também o risco de se derreterem com o nosso aquecimento global. Ainda falta a Ilha Grande. Madagascar. Descobri que Hong Kong era essencialmente uma ilha quando me quedei de frente a ela e a baba escorria de um canto da minha boca entreaberta. Sardenha. Nova Zelândia é um pouco longe e o inglês, ininteligível. A Ilha da Páscoa, logo ali.

5 comentários:

Flavia Melissa disse...

e ilhabela, essa ilhotinha aqui no litoral norte de sp, que chamo de residência?

ah!, vem conhecer vai.
always invited :)

Caco disse...

"Temptation... I can't resist"

Before Sunrise disse...

E Manhattan?

Caco disse...

Estive no JFK em conexões. ;-)

Conheci, mas foi rápido, não deu para absorver o local.

Isto é um convite?

Before Sunrise disse...

JFK? :)

um convite que voce teria que aceitar antes de agosto, antes de eu ir embora!