domingo, 28 de setembro de 2008

No trânsito

Acelerei pela bilionésima vez na mesma rua. Nem a primeira nem a última vez. No mesmo local, obrigatoriamente. E pela bilionésima vez pensei o que poderia ter levado você para tão longe de mim. E freei antes de virar à esquerda, olhei para os lados, desviei do buraco, sinalizei para o pedestre. Voltei a acelerar. E já tinha esquecido.

2 comentários:

Flavia Melissa disse...

that's the way I like it.

a gente tem é que descomplicar a vida e não viver a batalha de fazer focinho de porco virar tomada.

também eu, to quase esquecendo...

Caco disse...

Como me disse a Fe 'o nosso amor a gente inventa pra se distrair, e quando acaba a gente pensa que ele nunca existiu'. Beijodaí.