sábado, 6 de janeiro de 2007

Uma abertura que não esqueço

7 comentários:

before sunrise disse...

Me arrepio toda vez...

Caco disse...

Me senti propenso a gostar do filme só pela abertura.
Mas Closer desandou na seqüência da discussão final Law/Portman. Orquestrada, teatral demais, fugiu da essência 'cinema'.
Ficou a abertura. É algo que gostaria de ter feito.
Beijo & stay thrilled.

Before Sunrise disse...

Caco, voltei a blogosfera... ainda um pouco sem inspiracao, mas achei que era hora de voltar. Pode me adicionar de novo na sua listinha (se quiser eh claro ;-)).

Caco disse...

SUN - Rentrée triomphale. Agora tenho que bolar qual é o nome do link que eu vou colocar entre as ligações perigosas...
Beijo & welcome back.

Before Sunrise disse...

Merci beaucoup :-) Acho que escrevi certo, meu frances anda meio enferrujado... Vou te mandar o link para o site do meu irmao, dos curtas que ele ja fez. Tem um que parece que vai passar em algum festival aqui em NYC, legal ne? Beijo.

The Desperate Heart of a Silent Soldier disse...

É um filme interessante. Tava bastante curioso pra ver e assisti esses dias. Queo ver denovo pra er uma impressão melhor dele. A principo eu esperava mais, pelo que as pessoas falavam dele.
Mas sem dúvida, a abertura é momorável, mas acho que 50% disso é Damian Rice.

Caco disse...

SOLDIER - Já experimentou ver as imagens sem a trilha? dois que você falou dos 50% do Damien, eu fiz esta experiência. E você está certíssimo. Ousaria até aumentar um pouco este percentual.

Abraço & stay looking to your right.