quinta-feira, 13 de julho de 2006

The Paris Match (1984)

Paul Weller. O cara é muito bom. O cara faz um som que não fica datado. Ele é timeless. Ele foi um mod, adolescente e com raiva no The Jam. Ele ficou adulto e sofisticado com o Style Council. Continuou absolutamente top de linha, muito embora todos quisessem que ele fosse o mod imutável. E agora está na meia idade fazendo rock de responsa com dignidade. Em qualquer um destes momentos, qualquer foto de Paul fucking Weller merece página inteira de qualquer editoria de estilo. O video do Paris Match é da fase estilosa (1984), poesia welleriana que anda me dizendo muita coisa nestes últimos dias.



Empty hours spent combing the street. In daytime showers, they've become my beat. As I walk from cafe to bar, I wish I knew where you are. You sort of clouded my mind and now I'm all out of time. Empty skies say "try to forget". Better advice is to have no regrets. As I tread the boulevard floor, will I see you once more? Because you've coloured my mind till then I'm biding my time. I'm only sad in a natural way and I enjoy sometimes feeling this way. The gift you gave is desire: the match that started my fire. Empty nights with nothing to do. I sit and think, every thought is for you. I get so restless and bored so I go out once more. I hate to feel so confined, I feel like I'm wasting my time...
The Paris Match. The Style Council.